1665

Prefeitura Municipal de Ibirapuã

Pular para o conteúdo

Secretaria de Assistência Social a través da prefeitura de Ibirapuã distribui material didático e higiênico

Fonte: Ascom - PMI
11/09/2020 às 19h28

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


A pandemia do coronavírus mudou a rotina do mundo inteiro e as 165 famílias atendidas no município de Ibirapuã pelo programa Primeira Infância no SUAS – Criança Feliz teve seu atendimento adaptado a nova realidade. Para seguir auxiliando no fortalecimento de vínculos, desenvolvimento das crianças e acompanhamento das gestantes neste período de quarentena, a Secretaria Municipal de Assistência Social, através do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) por meio do Programa Criança Feliz está distribuindo kits de higiene pessoal e material didático recreativo com atividades simples e fáceis de fazer em casa.

Os kits contêm: Kit de higiene: 1 pasta de dente, 1 escova dental, 1 fio dental, 1 sabonete infantil, 2 máscaras e 1 garrafa de álcool em gel. Kit feliz: Jogo educativo, 1Livro de atividades pedagógicas, 1 livro sobre covid educativo, 1 borracha, 1 lápis, 1caixa de lápis de cor, 1 caixa de giz de cera e 1 apontador.

Durante as visitas aos beneficiários as visitadoras foram recebidas com muito entusiasmo e alegria. “Fico muito feliz com a visita da orientadora, durante esse período do coronavírus não estamos recebendo ela, e sentimos falta desse contato, tanto nós os pais como as crianças. A Lara ama colorir e realizar as atividades que Mariana traz, é um incentivo para minha filha aprender e se desenvolver cada dia mais”. Relata mãe da pequena Vitória Lara Sena Augusto de 2 anos, a senhora Cleila dos Santos Sena.

O programa que tem como foco o desenvolvimento infantil e acompanhamento de gestantes busca através dessa ação e também do acompanhamento remoto permanecer próximo às beneficiárias, mesmo com o isolamento social. “Essa ação e tantas outras que estamos buscando realizar durante essa pandemia é com o intuito de permanecermos próximos as famílias beneficiárias do programa Criança Feliz e com isso tentar diminuir o máximo possível o impacto do isolamento social na rotina dessas famílias”. Diz a supervisora do programa Damares Bandeira de Brito.

O material está sendo distribuído de casa em casa pelas cinco visitadoras do programa, que já se reuniram e elaboraram o cronograma de entrega nas famílias beneficiárias. “Sabemos que as famílias aguardam e contam com a orientação e acompanhamento do programa, e nesse momento de pandemia que estamos vivendo, é fundamental estarmos juntos mesmo de forma remota orientando e direcionando essas gestantes, mães e toda a família para que o coronavírus interfira o mínimo possível no bem-estar das crianças”. Explica a secretária de Assistência Social Leda Pinho.

Todo o material foi construído a partir de pesquisa pensando em atividades simples para que as famílias pudessem realizar sozinhas em casa, e está sendo recebido pelos beneficiários com muito entusiasmo. “Acho esse acompanhamento muito importante para os meus filhos, eles são bem monitorados e com as atividades o desenvolvimento é visível. Fico muito feliz e agradecida por esse cuidado”. Fala a Dona Izabel Aros Souza, mãe do pequenos David de Souza Ferreira e Ester de Souza Ferreira, todos beneficiários do Programa Criança Feliz.

O público do programa são gestantes e crianças de 0 a 3 anos, beneficiárias do Bolsa Família e crianças de 0 a 6 anos contempladas com o Benefício de Prestação Continuada (BPC). As famílias que fazem parte do programa recebem acompanhamento, orientações de saúde e sobre a relação materno-infantil para o desenvolvimento saudável das crianças. “Com esse programa buscamos aumentar o vínculo entre o cuidador e a criança, chamamos de cuidador porque nem sempre são os pais que cuidam da criança”. Conclui a visitadora Mariana Storary.