1665

Prefeitura Municipal de Ibirapuã

Pular para o conteúdo

Secretaria Municipal de Saúde capacita Agentes de Saúde para o combate à Febre Amarela.

Fonte: Ascom - PMI
14/11/2019 às 22h38

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


Na manhã desta quinta-feira (14), os agentes comunitários de saúde e agentes de combate a endemias do município de Ibirapuã passaram por uma capacitação sobre o combate à febre amarela. Eles receberam orientações como as indicações de vacinação, formas de prevenção, ciclos de transmissão, vetores e outras informações importantes. O objetivo é que os profissionais estejam preparados para sanar todas as dúvidas da população.

O treinamento foi realizado pelo Gerente Técnico de Endemias, Eduardo Alves Barbosa, lotado na Secretaria do Estado da Bahia (SESAB) do núcleo de Teixeira de Freitas, que veio desenvolver um trabalho de informação, porque nesses meses de temperatura elevada tem uma grande proliferação do vetor, o mosquito Aedes Aegypti, que é o transmissor da doença, os agentes receberem informações também sobre como o macaco pode ajudar a identificar a febre amarela, e ainda sobre a administração da vacina para população. “É importante que os agentes, que têm um contato direto com a população, tenham todas as informações necessárias para orientar. Hoje, já temos muitas pessoas vacinadas, mas muitas outros ainda não receberam a vacina e precisamos orientar esses para a importância e também para os cuidados preventivos com relação a febre amarela. Nosso município irá receber 420 mil doses da vacina que será administrada a partir de 4 anos de idade”. Disse a Secretária de Saúde Andrea Carmona.

Para o agente de Saúde Marcos A. Monteiro, a capacitação foi importante para que eles se sintam mais preparados para orientar os moradores. “A febre amarela é uma doença de regiões de mata, que é transmitida através do mosquito, após picar o macaco infectado. É uma doença letal, a vacina é a principal defesa, claro que em conjunto com todo um trabalho de prevenção e cuidado por parte da população e da secretaria de saúde”. Disse o agente de saúde.

Ainda na ocasião a Coordenadora de Vigilância Epidemiológica do NRS/Extremo Sul, Drª Marta Rocha Prates orientou os agentes sobre a implantação e utilização do sistema Siss GEO, uma plataforma computacional essencial e inerente ao funcionamento do Centro de Informação em Saúde Silvestre – CISS, que tem como objetivo gerar, a partir dos registros georreferenciadas informados pelos usuários, modelos de alerta de ocorrências de agravos na fauna silvestre, especialmente os com potencial de acometimento humano, e modelos de previsão de oportunidades ecológicas para emergência de doenças.

O prefeito Calixto Ribeiro, fez questão de ressaltar a importância da capacitação e prevenção da proliferação da doença no município. “Sabemos que a informação combinada com a prevenção são as melhores armas para evitar que doenças como estas cheguem a acometer nosso município, por isso a importância em capacitar nossos agentes de saúde para eles transmitirem a informação correta a nossa população”. Ressalta o gestor.